You are here

De forma a proteger a sua casa, não basta ter um alarme residencial, é conveniente estar equipado com mais dispositivos de segurança residencial  e pessoal, de forma a proteger também de potenciais danos ambientais, tais como os danos causados por inundações. É o caso dos sensores de água e inundações.

Sem sensores apropriados para alertar um proprietário sobre eventuais fugas de água, uma residência está susceptível a inundações e a danos causados pela água, que podem arruinar as paredes, o chão, mobílias e outros items de valor. No entanto, os sensores de água e inundações que estão disponíveis atualmente no mercado podem ajudar a proteger contra estas ocorrências e, além disso, podem mesmo ser instalados por você.

Sensores de água e inundações

Os sensores de água e inundações podem ser usados de forma isolada ou, pelo contrário, integrados num sistema de segurança já existente, com outro sistema de controle ambiental ou mesmo de forma separada. Dependendo do tipo de processo escolhido, este sensores podem alertar de forma imediata os proprietários através do alarme ou através do telefone sobre os perigo dos níveis da água que sobem devido a uma fuga indetectada ou mesmo devido a uma fuga ou inundação perigosa. Alguns modelos destes sensores podem até ser programados para fechar determinadas válvulas, de forma a prevenir ou minimizar os danos da água, durante um evento de emergência.

Como estes sensores podem prevenir uma inundação ou, pelo menos, alertar os ocupantes sobre os perigos de uma inundação e permitir que param a mesma ou mover os items mais valiosos para outras áreas, os sensores de água e inundações devem ser movidos para áreas onde este tipo de ocorrências tenha mais probabilidades de acontecer. Isto inclui, por exemplo, locais como as caves, debaixo das pias, por trás das máquinas de lavar ou perto de outras aplicações que estão ligadas a canos de água.

Nestes casos, na eventualidade de um acontecimento como uma inundação, os proprietários têm a possibilidade de tomar medidas preventivas, como essas da instalação de sensores de água e inundações, os quais devem ser instalados não só na sua residência primária, mas também na secundária, caso a tenha, como uma casa de férias, um local onde passa menos tempo e quiçá mais propenso a uma eventualidade como essa, onde é difícil acompanhar qualquer emergência, se não for avisado a tempo.

Deixar uma resposta

Top